Quer ser nosso colaborador? Envie seu texto e fotos para nosso e-mail.

SPA Cruz Alta RS

Encontre os SPAs de Cruz Alta. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região,aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Construtora e Serralheria Vargas
(51) 3368-4990
r B - Vl Fraternidade, 12,Rubem Berta
Porto Alegre, Rio Grande do Sul

Dados Divulgados por
SPLASH Piscinas.
(51) 3453-5938
Av. João Pereira de Vargas, 720, Centro
Sapucaia do sul, Rio Grande do Sul
 
Construtora Catuai
(51) 3315-7979
r Arnaldo Bohrer, 535, Teresópolis
Porto Alegre, Rio Grande do Sul

Dados Divulgados por
limpeza e manutenção de piscinas
91460625 ou 84295821
av duque de caxias
pelotas, Rio Grande do Sul
 
costrutora train e vogel
05197199813
rua tres passos 235 bairro imigrantes
capela de santana , Rio Grande do Sul
 
Topoterra - Serviços topográficos
55-91530551 e 55-96956244
tamandaré 629
Santana do livramento, Rio Grande do Sul
 
Construtora e Incorporadora Einsfeld Ltda
(51) 3341-5666
r Jari, 93,Passo da Areia
Porto Alegre, Rio Grande do Sul

Dados Divulgados por
construtora saraiva ltda
053 84082588
francisco josé petruci
pelotas, Rio Grande do Sul
 
Equipe Alan Silva Piso Laminado Pelotas
(53) 9140-5357
Av enge ild simoes lopes
pelotas, Rio Grande do Sul
 
Construtora Casulo Ltda
(51) 3334-2122
av Protásio Alves, 3335, Rio Branco
Porto Alegre, Rio Grande do Sul

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

SPA

Fornecido por: 

Por que algumas pessoas adoram dizer que estão cansadas.

Muitas pessoas adoram dizer que estão trabalhando demais, que estão cansadas, sem tempo para nada, sequer para almoçar. Por que será? Por que será que algumas pessoas adoram se mostrar aos outros como sobrecarregadas, legítimas escravas da vida? Será que essas pessoas realmente estão tão sobrecarregadas, ou mais importante, será que elas realmente precisam fazer tantas coisas ao mesmo tempo? Parece que a resposta é não. Hoje em dia a vida é diferente do que era na época de nossos avôs, temos mais opções, mais oportunidades, mais informação, mas não necessariamente, mais obrigações. Aliás, o mundo moderno nos dá muito mais artefatos que facilitam enormemente a vida. 

Vamos pensar do começo do dia: hoje não precisamos mais fazer o pão, o bolo, o queijo e tirar o leite. Todo o café da manhã vem pronto, pão, bolo, biscoitos, leite, queijo e presunto estão disponíveis no supermercado ou padaria mais próxima. O máximo do trabalho é, para quem quer pão fresco ou não quer ter o trabalho de descongelar, ir à padaria. Daí, vamos para o trabalho, de carro, ônibus ou metrô. Não é mais necessário andar léguas a pé. A maior parte do trabalho também não é mais braçal. A tecnologia faz sua parte, mesmo no campo. As crianças vão para a escola de especial ou de carro. A hora do almoço repete o café da manhã, assim como o jantar, na praticidade. O trabalho ocupa a maior parte do dia, como sempre ocupou. As crianças precisam mesmo fazer tantas aulas extras? É realmente obrigatório correr de lá para cá, com pouco espaço de folga entre uma coisa e outra? Precisamos fazer tanto? Não. 

Como levamos a vida é, essencialmente, uma série de escolhas. Escolhemos todos os dias e todas as horas o que vamos fazer. O problema é não escolher bem, não deixar espaço para o descanso, para o ficar à toa. Precisamos escolher o que é realmente importante, o que é preciso fazer e o que pode ser relegado a segundo plano ou ao dia seguinte.

Algumas, ou muitas pessoas adoram se fazer de vítimas, de sofredoras, como se as coisas que elas fazem não fossem resultado de escolhas. Essas pessoas gostam de ficar no lugar da criança que precisa ser cuidada, protegida, perdoada e, principalmente, amada. Elas se colocam diante da vida como se viver fosse uma luta cotidiana, claro que não podemos esquecer qu...

Clique aqui para ler este artigo em O Debate

Copyright © 2013 Todos os direitos reservados.
UaiWeb