Quer ser nosso colaborador? Envie seu texto e fotos para nosso e-mail.

Pós Graduação em Gestão Empresarial Lavras, Minas Gerais

Encontre pós graduação em gestão empresarial de Lavras. Conheça as instituições especializadas desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Auto Escola Carneiro Ltda
(31) 3467-5575
r Formosa, 53, Horto
Belo Horizonte, Minas Gerais

Dados Divulgados por
centro de reforço escolar bandeirantes
(32) 8818-0892
rua sabino francisco de barros 840/02
juiz de fora, Minas Gerais
 
Centro de Formacao de Condutores Abm Ltda-me
(34) 3232-7187
av Brasil, 1767, Aparecida
Uberlandia, Minas Gerais

Dados Divulgados por
Centro Educacional Ursinho Puf
(32) 9936-6101
Rua Professor Ribeiro Campos n°183 Fábricas
São João Del Rei, Minas Gerais
 
Centro de Formacao de Condutores Nacional Ltda Me
(34) 3223-8616
av Marcos de Freitas Costa, 475, Daniel Fonseca
Uberlandia, Minas Gerais

Dados Divulgados por
ESCOLA PARTICULAR CRESCER
(33) 3523-1557
RUA: GUSTAVO LEONARDO , 380 , SÃO JACINTO
TEÓFILO OTONI, Minas Gerais
 
Etimig-cewar Informatica e Idiomas Ltda
(31) 3911-2302
av João César de Oliveira, 2660, Sl 201, Eldorado
Contagem, Minas Gerais

Dados Divulgados por
Auto Escola Almada
(31) 3224-7838
r Sergipe, 164, Funcionários
Belo Horizonte, Minas Gerais

Dados Divulgados por
Centro de Formacao de Condutores Spafe Ltda
(34) 3223-2577
av Segismundo Pereira, 1549, Lj 3, Sta Mônica
Uberlandia, Minas Gerais

Dados Divulgados por
Auto Escola Acrópole Ltda
(31) 3443-3509
av Portugal, 2815 lj 3, Santa Amélia
Belo Horizonte, Minas Gerais

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Pós Graduação em Gestão Empresarial

Fornecido por: 

Trabalhar cerca de 10 a 12 horas diárias exige das organizações programas de qualidade de vida para os colaboradores que supram as necessidades físicas e psicológicas incluindo segurança, amor, estima e auto-realização.

O primeiro tema a ser discutido antes da implantação de programas de qualidade de vida em uma empresa é identificar o que é a qualidade de vida para a empresa e colaboradores, e se a gestão está preparada para esta mudança. Muito é falado sobre qualidade de vida, principalmente no ambiente corporativo, e todas as ações devem levar ao mesmo objetivo: melhorar o bem-estar do colaborador.  Por quê? O bem estar do colaborador é diretamente proporcional a sua produtividade e por conseqüência melhora os resultados da organização, em todas as perspectivas: financeira, do cliente, processos operacionais e do aprendizado, usando como base o Balanced Scoredcard, por exemplo.

 

Existem duas grandes frentes de trabalhos a serem endereçadas pelas empresas que queiram promover  a Qualidade de Vida no ambiente empresarial.  A primeira frente é a parte física, onde se deve entender as necessidades dos colaboradores e a segunda é a parte psicológica.  Estas frentes são complementares seguindo a hierarquia das necessidades de Maslow, composta por cinco necessidades fundamentais: fisiológicas, segurança, amor, estima e auto-realização.

 

As empresas devem implantar os programas de qualidade de vida pensando em seus colaboradores, incluindo neste conceito todos os níveis hierárquicos da organização, e para isso deverão contar com várias iniciativas, pois as necessidades mudam de acordo com o grupo de trabalho, departamento, localização física entre outros aspectos.  Por exemplo, ginástica laboral para um departamento de televendas é muito importante para evitar lesões por esforço repetitivo (LER), para operadores de máquinas (ex. empilhadeira) o EPI - Equipamentos de Proteção Individual - possa ser mais importante, ou até obrigatório em alguns casos.

 

Enfim, as necessidades fisiológicas e de segurança são as mais fáceis de serem atendidas, pois são necessidades básicas e na grande maioria é algo tangível: conforto no ambiente de trabalho (ergometria), alongamento e massagem (para aliviar estresse físico), áreas de relaxamento, melhor transporte, refeitórios atrativos (boa comida e visual), etc. Vemos com freqüências muita dedicação nas áreas básicas e muito pouco nas áreas que envolvem o estado emocional das pessoas (amor, estima e auto-realização).  Não podemos esquecer que somos formados por um conjunto de elementos que devem estar harmoniosos para estarmos bem.  Assim, é muito importante, após ter atendido as necessidades básicas, investir maciçamente em programas motivacionais para garantir ao colaborador o estímulo e vontade ...

Clique aqui para ler este artigo em O Debate

Copyright © 2013 Todos os direitos reservados.
UaiWeb