Quer ser nosso colaborador? Envie seu texto e fotos para nosso e-mail.

Antibiótico Itaporanga d'Ajuda SE

Conheça a ameaça que o uso excessivo de antibióticos representa à saúde. "O hábito de tomar remédios por conta própria é uma prática comum mundialmente, pois ao primeiro sinal de uma possível doença as pessoas procuram soluções rápidas para resolver o problema, muitas vezes de forma incorreta", alerta o autor. Entenda porque essa atitude pode fragilizar o seu sistema imunológico. Consulte a lista de especialistas da área, em Itaporanga d'Ajuda.

Clube Com de Tupancireta
(55) 272-2304
r Antônio Silveira, Tupanciretã
Tupancireta, Rio Grande do Sul
 
Clube Vicente
(55) 251-1456
r Centenário, 2801
Santiago, Rio Grande do Sul
 
Alfredo Hansen Terra de Souza Psicanalise
(114) 522-2052
r Major Sucupira, 154
Jundiaí, São Paulo
 
Ary P Ribeiro
(813) 268-1344
r Padre Lemos, 716, ap 1, Casa Amarela
Recife, Pernambuco
 
Cirinez G Carqueijeiro
(68) 224-1957
r Alvorada, 178, Bosque
Rio Branco, Acre
 
Clube Fiscal
(86) 235-1055
av D Bosco SN
Teresina, Piauí
 
Sind dos Trab da Justiça do Trabalho Quinta Região Sintrabe
(71) 377-0742
rdv Cia, 12, km 12
Salvador, Bahia
 
CAVO Serviços e Meio Ambiente S/A
(113) 714-2619
av Gonçalo Madeira, 300, Jaguaré
São Paulo, São Paulo
 
Luiz Fs Vasconcelos
(82) 221-4143
r Desembargador Tenorio, 133, Farol
Maceió, Alagoas
 
Rodolfo W Cyrineu
(153) 273-4034
r João Evangelista, 950, Centro
Itapetininga, São Paulo
 

Antibiótico

Fornecido por: 

A sociedade médica alerta que o uso indiscriminado de antibióticos pode aumentar a resistência das bactérias e piorar o quadro infeccioso dos pacientes.




A Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) promove o lançamento da campanha “Antibiótico necessita de prescrição médica”. Com apoio da Bayer Schering Pharma, divisão da Bayer HealthCare, a sociedade faz um alerta sobre os riscos da automedicação e do uso inadequado de antibióticos. O hábito de tomar remédios por conta própria é uma pratica comum mundialmente, pois ao primeiro sinal de uma possível doença as pessoas procuram soluções rápidas para resolver o problema, muitas vezes de forma incorreta. Os analgésicos, anti-inflamatórios e antibióticos são a classe de medicamentos mais prescritos no mundo.

A prescrição do antibiótico pelo médico é realizada quando o diagnóstico da infecção é confirmado ou suspeito, seja por meio de exame clínico, laboratorial ou investigação epidemiológica. O tratamento deve ser individualizado e o uso indiscriminado de antibióticos pode levar à resistência por parte das bactérias, ou seja, elas podem tornar-se resistentes aos antibióticos prescritos, fazendo com que a infecção não seja tratada. Hoje em dia as infecções causadas por bactérias resistentes...


    
Continue sua leitura em O Debate

Copyright © 2013 Todos os direitos reservados.
UaiWeb