Quer ser nosso colaborador? Envie seu texto e fotos para nosso e-mail.

Consultório de fonoaudiologia Boa Vista, Roraima

Encontre os consultórios de fonoaudiologia de Boa Vista. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Fernando José Martins Ferreira
(95) 224-1433
r Barreto Leite, 46, Centro
Boa Vista, Roraima
 
Centro Psicoterapico Lotti Iris
(95) 224-0104
r Barreto Leite, 46, Centro
Boa Vista, Roraima
 
Luiz Renerys Lima Pinheiro
(95) 224-8437
tv Expedicionarios, 79, Centro
Boa Vista, Roraima
 
DR Ferrer Alessandro
(95) 625-5901
r Clínica São Mateus
Boa Vista, Roraima
 
Dra Ana Lilia GB Souza e Dra Jucineide Vieira Araújo
(95) 224-1460
r Melvim Jones, São Pedro
Boa Vista, Roraima
 
Iate Clube Boa Vista
(95) 623-4309
r Deuzita Mutran Paracat, 100
Boa Vista, Roraima
 
Dra Zara Fátima Botelho de Oliveira
(95) 224-7999
r Araújo Fl, 659, Centro
Boa Vista, Roraima
 
Fed Roraimense Basketball
(95) 224-1451
av Ville Roy W e SL Frb
Boa Vista, Roraima
 
DR Ruy Guilherme S Souza
(95) 224-1460
r Melvim Jones, São Pedro
Boa Vista, Roraima
 
CTG Querência
(95) 224-1381
av Brigadeiro Eduardo Gomes, 1000, São Francisco
Boa Vista, Roraima
 

Consultório de fonoaudiologia

Fornecido por: 

A fala se desenvolve principalmente nos três primeiros anos de vida. Entre os 2 e os 6 anos é comum que a criança apresente dificuldade em falar algumas palavras ou alguns sons mais difíceis.

Neste período de aquisição de linguagem, a criança pode gaguejar, por estar em plena fase de aprendizagem da língua e por ainda não ter certeza de como pronunciar determinados sons.

Porém, a gagueira pode evoluir e se manifestar de diversas formas e intensidades e em diferentes períodos da vida. É importante que os pais prestem atenção às seguintes dicas:

- veja se a criança sente muita dificuldade para articular determinadas palavras ou frases;

- preste atenção em sinais como tensão ou esforço ao falar, repetições mais rápidas e irregulares com finalizações repentinas;

- observar se ela apresenta dificuldade de relacionamento com os amiguinhos, se evita, sente medo ou frustração ao falar ou se responde apenas com movimentos de cabeça;

- observe há quanto tempo a criança apresenta disfluências e se existem outras pessoas na família que também apresentam dificuldades de fala;

- se perceber que a criança apresenta alguma dificuldade de fala, ajude-a a entender suas dificuldades para melhor lidar com as situações, de forma a obter mais segurança e diminuir a ansiedade.

Fonte: Grupo Microsom

 ...

Clique aqui para ler este artigo em O Debate

Copyright © 2013 Todos os direitos reservados.
UaiWeb