Quer ser nosso colaborador? Envie seu texto e fotos para nosso e-mail.

Consultório de Pneumologia Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Esta página disponibiliza matérias interessantes sobre pneumologia e uma lista de empresas e profissionais liberais na cidade de Campo Grande. Encontre abaixo empresas e profissionais liberais da região de Campo Grande que oferecem diversos produtos e serviços e ainda esclareça suas dúvidas sobre pneumologia.

Roni Marques
3324-0908
Rua Rui Barbosa 4018
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Pneumologia

Dados Divulgados por
Ana Lucia Kiyomi Shimabuko Dobashi
(67) 3384-6194
Av. Mato Grosso 2209
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Pneumologia

Dados Divulgados por
Roni Marques
3324-0908
Rua Rui Barbosa 4018
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Pneumologia

Dados Divulgados por
Ana Maria Campos Marques
(67) 3324-0908
Rua Rui Barbosa 4018
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Pneumologia

Dados Divulgados por
Maria Conceição Gurgel Fernando Alves
(67) 324-8697
tv Pepe Simioli, 87, Centro
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
 
Ana Maria Campos Marques
(67) 3324-0908
Rua Rui Barbosa 4018
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Pneumologia

Dados Divulgados por
Douglas Henry Borges
(67) 3521-1919
R Paranaíba 1175
Tres Lagoas, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Pneumologia

Dados Divulgados por
Ana Lucia Kiyomi Shimabuko Dobashi
(67) 3384-6194
Av. Mato Grosso 2209
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Pneumologia

Dados Divulgados por
BM Cirur Plast e Psic Ltda
(67) 326-4156
r Antônio Maria Coelho, 3861, Santa Fé
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
 
Antônio A Mourão
(67) 325-0702
tv Padre João Crippa, 975, Jardim Monte Libano
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
 
Dados Divulgados por

Baixa umidade do ar no inverno

Fornecido por: 

Autoria: Da Redação   
13 de julho de 2011
 

Muito comum nesta época do ano, a baixa umidade do ar pode desencadear uma série de complicações respiratórias e agravar doenças já existentes.

Para a dra. Valeria Cristina Vigar, secretária-geral da Sociedade Paulista de Pneumologia e Tisiologia (SPPT), devemos ficar em estado de atenção quando a umidade relativa do ar estiver abaixo de 30%, e em estado de alerta quando estiver menor que 20%. Com menos de 12% o estado é de emergência. "Quanto menor for a umidade do ar, mais cuidados devem ser tomados para evitar complicações alérgicas e respiratórias. As principais consequências são o ressecamento das vias aéreas, que leva a doenças como rinite, rinossinusite, inflamação da mucosa que reveste a cavidade nasal, descompensação de asma e DPOC."

Embora haja registros de baixa umidade do ar em muitos Estados brasileiros, as regiões sudeste e centro-oeste enfrentam têm seus problemas agravados pela falta de chuva e aumento no nível de poluição no ar. "Independentemente da região, os principais grupos de risco são os portadores de doenças respiratórias crônicas". Para estas pessoas, a dra. Valéria pede atenção redobrada, aconselhando-os a seguir orientação médica e manter rigorosamente o tratamento indicado pelo médico.

...

Clique aqui para ler este artigo em O Debate

Copyright © 2013 Todos os direitos reservados.
UaiWeb