Quer ser nosso colaborador? Envie seu texto e fotos para nosso e-mail.

Clínica de fertilização Fortaleza, Ceará

Encontre as clínicas de fertilização de Fortaleza. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Raimundo Renan Goncalves Ribeiro
3212-0369
Av Imperador 162
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Medicina do Trabalho

Dados Divulgados por
Jorge Cambraia Filho
(085) 4011-5582
Av. Dom Luis 1200 - Torre Business (Sala 1311)
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Medicina Estetica

Dados Divulgados por
Julio Marcus Sousa Correia
R Papi Junior 1222
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Medicina Nuclear

Dados Divulgados por
Adriana Alencar Araujo
3288-4494
R Papi Junior 1222
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Eliane Simone Costa C Aragao
3246-8719
Av Barao de Studart 2500
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Maria de Jesus S de Andrade
3486-6161
Av Dom Luis 1233
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Edilson Gurgel Santos
3221-2800
R Doutor Joao Moreira 344
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Deborah Nunes de Melo Braga
3088-2440
R Nunes Valente 2105
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Alvaro Braga C de Oliveira
3246-1032
Av Barao de Studart 2173
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Medicina do Trabalho

Dados Divulgados por
Marilia Pereira Nogueira
3246-6477
R Coronel Alves Teixeira 1355
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Medicina do Trabalho

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Clínica de fertilização

Fornecido por: 

Entre 219 mil e 246 mil bebês nascem a cada ano no mundo graças ao desenvolvimento das técnicas de reprodução assistida. Os números indicam um aumento no número de procedimentos envolvendo as técnicas de reprodução assistida.

Vale destacar que é crescente o aumento no número de nascimentos a partir de técnicas como a injeção espermático-citoplasmática que tem crescido mais do que a fertilização in vitro.

Dados revelam a disparidade no acesso aos sistemas de saúde e às tecnologias de reprodução assistida pelo mundo. Estas informações levantam a questão de se desenvolver técnicas de baixo custo para aplicação em países mais pobres, onde normalmente, o tratamento é mais agressivo podendo levar a nascimentos múltiplos e a problemas como a síndrome da hiperestimulação ovariana ou a necessidade de reduções fetais.

Fonte: Clínica Gera

 ...

Clique aqui para ler este artigo em O Debate

Copyright © 2013 Todos os direitos reservados.
UaiWeb