Quer ser nosso colaborador? Envie seu texto e fotos para nosso e-mail.

Cardiologista Infantil Ananindeua, Pará

Esta página disponibiliza matérias interessantes sobre cardiologia infantil e uma lista de empresas e profissionais liberais na cidade de Ananindeua. Encontre abaixo empresas e profissionais liberais da região de Ananindeua que oferecem diversos produtos e serviços e ainda esclareça suas dúvidas sobre cardiologia infantil.

Dilce Lea Magno da Silva
Alte. Wandenkolk 1243 - Sala 206
Belem, Pará
Especialidade
Cardiologia

Dados Divulgados por
Antonio Romao Amoedo Moreira
913-2122
Tv Sao Pedro 566 - Sala 603
Belem, Pará
Especialidade
Cardiologia

Dados Divulgados por
Maria Elizabeth Navegantes Caetano Costa
913-2427
Tv Dom Romualdo Coelho 699
Belem, Pará
Especialidade
Cardiologia

Dados Divulgados por
Maria Elizabeth N.C.Costa
(91) 3242-7077
Tv Dom Romualdo Coelho 699
Belem, Pará
Especialidade
Cardiologia

Dados Divulgados por
Antonio Luiz de Souza Bezerra
(91) 3225-2012
Av Governador Jose Malcher 194 - Casa
Belem, Pará
Especialidade
Cardiologia

Dados Divulgados por
Maria de Fatima da Cruz Crescente
223-8876
Tv Pieddade 582
Belem, Pará
Especialidade
Cardiologia

Dados Divulgados por
C Card
(91) 3230-4599
Generalissimo Deodoro 868
Belem, Pará
Especialidade
Cardiologia

Dados Divulgados por
Elizabeth Dias Verbicaro
(91) 3223-5352
R Ferreira Cantao 507
Belem, Pará
Especialidade
Cardiologia

Dados Divulgados por
Murilo de Souza Morhy
(91) 3229-6384
Av Gentil Bittencourt 2390
Belem, Pará
Especialidade
Cardiologia

Dados Divulgados por
Murilo de Sousa Morhy
(91) 229-6384
Av Gentil Bittencourt 2390
Belem, Pará
Especialidade
Cardiologia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Coração infantil também precisa de cuidados

Fornecido por: 

Autoria: Da Redação   
23 de maio de 2011
 
A falta de exercícios e a alimentação inadequada são as principais causas da obesidade infantil. Foi-se o tempo em que uma criança gordinha era vista como saudável. O excesso de peso é uma doença e merece atenção. Provoca o surgimento de diabetes, problemas cardíacos e má formação do esqueleto.

No Brasil, estudos mostram que o índice de obesidade infantil está cinco vezes maior do que há vinte anos. Segundo a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), cerca de 15% das crianças e 8% dos adolescentes são obesos. E oito em cada dez continuam a ter excesso de peso na fase adulta.

A principal causa é a má alimentação, seguida pelo sedentarismo. Os hábitos alimentares, ao contrário do que muitos imaginam, são consequência dos estímulos recebidos na infância. Atualmente há uma tendência para o consumo de alimentos industrializados, os fast foods, que na maioria das vezes são pobres em nutrientes e ricos em açúcar, gorduras e sódio.

Os pais devem ser os maiores incentivadores dos filhos para a ingestão de alimentos ricos em vitaminas como frutas, legumes e verduras. A prática de atividades físicas desde cedo faz crescer o gosto pelo esporte e é importante aliada no combate a problemas cardiovasculares na fase adulta. "O exercício físico ajuda o coração a desenvolver artérias colaterais, que no futuro poderão ser fundamentais para a saúde do coração", explica Américo Tângari Junior, cardiologista...

Clique aqui para ler este artigo em O Debate

Copyright © 2013 Todos os direitos reservados.
UaiWeb